Idioma:

  • Marinha do Brasil recebe o segundo submarino construído pelo Prosub

    DATA: 11/01/2024

    Publicado por: OEC Novonor

    Cerimônia nesta sexta-feira (12) marca também a entrega do prédio para o Comando da Força de Submarinos, que abrigará a estrutura de apoio à operação das embarcações

    A Itaguaí Construções Navais (ICN), uma parceria entre a Novonor e a francesa Naval Group, entregou nesta sexta-feira (12/01) o submarino Humaitá, segundo submersível convencional construído para o Programa de Desenvolvimento de Submarinos (Prosub), da Marinha do Brasil. Além da embarcação, a cerimônia também marcou a entrega de instalações civis que abrigarão a estrutura de apoio à operação dos submarinos construídos pelo programa, obras executadas pela construtora OEC.

    Agora, o Humaitá, segundo dos quatro submarinos com propulsão diesel-elétrica previstos no Prosub, da Classe “Riachuelo”, está pronto para iniciar seu ciclo de operações e missões, entre patrulhar as águas brasileiras que formam a Amazônia Azul e as áreas de importância estratégica para o Brasil no Atlântico Sul. A execução das atividades relacionadas aos submarinos “Tonelero”, “Angostura” e ao Submarino Convencionalmente Armado com Propulsão Nuclear “Álvaro Alberto” permanecem em andamento conforme planejadas e avançam em diferentes estágios.

    “Esta importante entrega orgulha toda equipe da OEC pelos seus aspectos técnicos e o desempenho da construção, como parte do mais importante projeto em curso para a soberania do Brasil”, afirmou Mauricio Cruz Lopes, presidente da construtora OEC.

    A OEC é a responsável pela construção de toda Infraestrutura do Prosub, a exemplo do prédio que abrigará o Comando da Força de Submarinos, que também foi entregue à Marinha do Brasil nesta data, responsável pelo controle operacional dos submersíveis no mar e das atividades de mergulho na Marinha do Brasil. A estrutura conta com um prédio de quatro andares em uma área construída de quase 5 mil metros quadrados e que deverá abrigar um total de mais de 200 pessoas. A estrutura prevê auditório, salas reservadas ao Comando Naval, alojamentos e instalações de controle. No entorno do edifício, houve preferência ao plantio de espécies nativas da restinga, como pitangueiras, jerivás e pau-brasil.

     

     

    Nenhum Comentário

    Quer saber mais sobre
    algum assunto?

    Clique aqui e deixe sua sugestão
    para o próximo post!

    Notícias Relacionadas

    +
    0

    As concessionárias H2Olmos e Trasvase Olmos nomearam Fernando Cilloniz Benavides e Carlos Paredes Lanatta como Diretores Independentes com o objetivo de consolidar o...

    27 de Março de 2024
    +
    0

    Nesta quarta-feira (27) a Marinha do Brasil lança ao mar o terceiro submarino convencional com propulsão diesel-elétrica construído no...

    27 de Março de 2024
    +
    0
    OEC

    No dia 18 de março, a OEC firmou nova parceria com a Empresa Júnior de Engenharia da USP (Poli...

    20 de Março de 2024
    +
    0
    OEC

    Consórcio liderado pela construtora brasileira conquistou um novo projeto no Porto de Miami, com investimento de R$ 320 milhões...

    19 de Março de 2024