Idioma:

  • Horiens ministra curso em parceria com IBEF-RJ para disseminar importância da gestão de riscos e seguros

    DATA: 19/06/2024

    Publicado por: Horiens

    Treinamento contou com quatro módulos e aprofundou a importância do papel dos seguros na gestão de riscos corporativos

     

    Terminou na semana passada o curso “Seguros no contexto da Gestão de Riscos Corporativos e de Projetos”, ministrado por Márcio dos Santos, líder do laboratório de análise de riscos da Horiens, o Risk Labs. Promovido pelo IBEF-Rio (Instituto Brasileiro de Executivos de Finanças do Rio de Janeiro), o treinamento on-line foi dividido em quatro módulos – realizados nos dias 04, 05, 11 e 12 de junho –, em um total de 8 horas.

    Voltado para CEOs, CFOs, Risk Managers e todos os profissionais de áreas correlatas à gestão de riscos ou contratação de seguros, o curso contou com 25 participantes, que puderam aprofundar seu conhecimento sobre temas como: gestão de riscos corporativos e de projetos; conceitos de apetite/tolerância e sua relação com o tratamento dos riscos; papel da quantificação dos riscos na otimização da transferência e retenção; e possibilidades de quantificação em função dos tipos de incerteza: incertezas aleatórias e incertezas de conhecimento.

    Segundo Santos, a análise de riscos possibilita uma estimativa das probabilidades dos eventos identificados, considerando-se os controles existentes e suas respectivas consequências. “Atualmente, a gestão de riscos não é restrita à análise qualitativa. É possível fazer um trabalho muito melhor utilizando, por exemplo, o machine learning e os modelos de simulação probabilísticas, especialmente em projetos de grandes riscos, que envolvem milhões ou até bilhões de reais. A área de gestão de riscos está muito relacionada a Governança, risco e conformidade (GRC), mas não nasceu da governança, nasceu compromissada com o desempenho de negócios e projetos.”

    Conforme destacou o líder do Risk Labs da Horiens, seguro e gestão de riscos não são agendas separadas. “Nossa intenção foi mostrar a conexão que existe entre o ciclo de gestão de risco e a análise quantitativa para apólices mais adequadas à realidade da empresa ou projeto e, assim, melhorar a apólice de seguro.”

    Santos salientou a importância deste tipo de encontro para fomentar o conhecimento sobre análise de riscos. “Fico feliz que o assunto tenha despertado o interesse das pessoas. Os seguros são instrumentos fundamentais na estratégia de gestão de riscos corporativos e de projetos. A aquisição dessa proteção frequentemente prescinde de uma criteriosa análise de riscos, o que impede uma transferência otimizada e alinhada aos anseios da corporação ou do projeto”, acrescentou.

     

    Quer saber mais sobre o Risk Labs? Clique aqui. 

    Nenhum Comentário

    Quer saber mais sobre
    algum assunto?

    Clique aqui e deixe sua sugestão
    para o próximo post!

    Notícias Relacionadas

    +
    0

    Em visita ao escritório da empresa, estudantes puderam conhecer mais sobre as possibilidades de carreira no mercado segurado e...

    28 de Junho de 2024
    +
    0

    Programa de Desenvolvimento de Líderes da Horiens teve foco em inteligência emocional e contou com a parceria da Kronberg,...

    20 de Junho de 2024
    +
    0

    Junho é conhecido internacionalmente como o Mês do Orgulho LGBTQIAPN+, um movimento que surgiu para que as pessoas, independentemente...

    19 de Junho de 2024
    +
    0

    Usar o plano com consciência nada mais é do que usar este recurso com responsabilidade e, para isso, o...

    17 de Junho de 2024